PETS

Seu gato tem mau hálito? Pode ser sinal de problema na saúde!



Se seu gato tem mau hálito, alguma coisa deve estar errada, e você precisa agir logo e aprender um pouco mais sobre os cuidados necessários com a saúde oral dos bichanos.

Vamos lá: A Halitose Felina, como é chamada, é um problema que atinge a maioria dos gatos, e não é uma doença, e sim um sinal de que seu gato está com algum problema de saúde, que pode variar de doenças Periodontais (placas de tártaro) à gengivites ou até doenças estomacais.

Por isso, a primeira coisa a fazer é identificar o problema, levando seu gato a um veterinário de confiança. Se o veterinário disser que está tudo bem mesmo que o cheiro esteja realmente desagradável, desconfie, e procure uma segunda opinião, sempre. Um bom veterinário poderá identificar problemas a partir da coloração dos dentes e da presença de placas bacterianas ou de tártaro.

A gengivite é uma das doenças mais comuns que causam a halitose felina. A gengivite se forma a partir do tártaro, que causa infecção na gengiva do bichano. Esta, por sua vez, pode causar uma doença periodontal, um problema mais grave e que atinge cerca de 70% dos gatos.

“A placa leva de 24 a 48 horas para ser formada. Depois disso, ocorre a calcificação e a formação do tártaro”, explica a veterinária Lívia Amaral Dreer. Ela ressalta a importância da escovação diária e do tratamento de eventuais inflamações na gengiva do pet (frequentemente, elas levam à extração de dentes). Em casos extremos, o próprio osso da mandíbula fica fragilizado. “Perder um dente é o mínimo, o risco de ter algo mais sério é muito alto”, completa Marcello. O pior cenário ocorre quando as bactérias entram na corrente sanguínea, espalhando a infecção pelo corpo, com consequências terríveis para coração, pulmões e rins.

É muito importante ficar de olho nos dentes e na gengiva do seu gato, e caso note alguma inflamação, corra pro veterinário! Gengivas com linhas vermelhas contornando os dentes é sinal de irritação por placa bacteriana, o que pode ser sério e precisa ser tratado urgente.

Outro problema comum e que pode causar o mau hálito é a Estomatite, que são feridas na mucosa da boca, as mais comuns são as aftas, que podem ser muito dolorosas e fazer com que o gato pare de comer e até de beber água.

Alguns sintomas, além do mau hálito, podem te ajudar a identificar um problema oral. Por exemplo: Se o gatinho parar de comer e de beber água, pode ser que esteja com dor, fique atento a qualquer desconforto ao tocar a boca, e veja se não há nenhuma ferida ou sangramento.

Para evitar qualquer problema, você precisa escovar os dentes do seu gato, de preferência diariamente.
Você deve estar pensando agora: COMO ASSIM? Ele jamais deixaria!

Só a gente sabe a fera que tem em casa, mas, prometo que com um pouquinho de paciência e dedicação, você consegue acostumá-lo. Não há nada que o hábito não resolva.

Aprenda como escovar os dentes do gatinho:

Passo 1: Você precisa acostumar seu gato com o contato na área da boca. Pra isso, comece colocando um pouquinho do caldinho do sachê preferido dele no dedo, e deixe ele cheirar e lamber no tempo dele, sem forçar. Aos poucos, vá introduzindo o dedo delicadamente na boca dele, massageando os dentinhos e fazendo com que ele sinta seu toque e vá se acostumando aos poucos. Faça isso durante uma semana, ou até você sentir que ele está mais receptivo, e então para para o próximo passo.

Passo 2: Com a pasta de dentes especial para gatos no dedo (você encontra nos petshops, jamais use pasta dental humana!), vá fazendo o mesmo processo de massagear os dentes dele, simulando a escovação.



Passo 3: Aqui, ele já deve estar um pouquinho mais acostumado com o contato, então vá tentando, aos poucos, apresentar a escova de dentes à ele. A escova deve ser pequena ou específica para gatos, vendida em petshops. Coloque algo saboroso na escova, como um caldinho de sachê, e deixe que seu gato cheire, morda e se familiarize com a textura. Repita esse processo por alguns dias, sem forçar.

Passo 4: Quando seu gato já estiver familiarizado com a escova e com a pasta, é hora de partir para a ação! Gentilmente, comece pelos caninos, que são mais acessíveis. Escove gentilmente, sempre conversando com seu gato e acalmando-o, transformando a experiência no mais agradável possível. Depois, é só partir para os outros dentes e escová-los também.

Nas primeiras vezes, sempre recompense-o com um petisco após uma escovação bem sucedida, para que ele associe a prática a algo positivo.
Todo esse processo pode levar semanas, ou até meses. Pois precisa ser feito com muita paciência, cada gato tem seu tempo, e forçar a barra pode acabar machucando-os e traumatizando-os.

É importante saber que escovar os dentes somente de vez em quando não adianta, essa é uma prática que precisa ser feita diariamente. Apesar de sabermos que pouquíssimas pessoas conseguem, é importante informar sobre a importância dessa prática, que só beneficia nossos bichanos.

Fonte: CatClub
Foto: A/D


Pets - OpenBrasil.org

Postagens mais visitadas